Quem sou eu

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Hora da verdade 1

Como me propus, fui logo pela manhã a uma farmácia da vizinhança me pesar numa daquelas balanças que medem a altura e a pressão. Tava tão ansiosa, que na primeira vez subi com sandália e tudo, o que me acrescentou 2 cm. Percebido o erro, nova mediação na qual o resultado foi: Altura: 1,66 m (1 comemorado centímetro a mais que imaginava)
Peso: 88,9 kg (argh! Não é o maior peso que já atingi, devo confessar.)
IMC: 32,2 (Obesidade grau I, não disse?)
Pressão: 10 por 7 (Algo tinha que estar bom.)

Quando retornei do trabalho, decidir tirar as medidas. Aí, sim: doeu!
Busto: 110cm
Cintura: 101cm
Circunferência abdominal: 112cm
Quadril: 112cm
Braço direito: 35cm
Coxa direita: 65cm

Só me resta correr atrás de diminuir essas medidas até o próximo mês!


Um comentário:

Ita disse...

Van,

Sei que é difícil, já passei por uma situação parecida e é por isso mesmo que eu te digo com toda certeza: é só uma questão de calma pra poder ter disciplina com o que você vai comer. Porque no final, o reflexo de tudo o que ingerimos está no nosso corpo, é ele que sofre e aí já chegamos à questão da saúde!
Primeiramente você deve procurar um médico que vai te auxiliar, passar todas as instruções e te acompanhar mês a mês, além de verificar o seu IMC, te dar conselhos, passar boas dicas de alimentação saudável (dieta). Sim, esse salvador, quer dizer médico, chama-se endocrinologista. Até porque é imprescindível que você se submeta a todos os exames possíveis (tireóide, sangue, hormônios...) para poder saber se está tudo direitinho aí dentro.
Até o dia da consulta, o que eu quero te pedir é que esqueça o pão e o refrigerante. Repito, vai ser difícil, mas não é impossível!
Desejo-lhe boa sorte, e estou aqui pra o que der e vier!

bjinhos